Siga-nos nas redes sociais

© Copyright 2017 Junta de Freguesia de Silgueiros, Todos os direitos reservados.

Ranchode Pindelo de Silgueiros

Rancho Folclórico de Pindelo de Silgueiros
Quem Somos
No ano de 1938, em Pindelo, nasceu o Rancho Folclórico de Pindelo de Silgueiros que nas décadas de 40 e de 50 granjeou fama devido à qualidade das suas danças e cantigas, sendo prova disso a sua participação, por várias vezes, nas Marchas da Aldeia que tinham como palco principal a Feira de S. Mateus.
O início da guerra colonial e o fluxo migratório para os países europeus foram fatores determinantes para que o Rancho Folclórico interrompesse a sua atividade desde 1959 a 1978.
No ano de 1978, com condições mais favoráveis, o Rancho Folclórico reapareceu, dotado de personalidade jurídica, sendo, desde então, um dos mais dignos representantes do folclore da Beira Alta. O seu historial regista inúmeras atuações em festas, feiras, romarias, certames culturais, jantares, receções oficiais, festivais nacionais e internacionais de folclore e algumas presenças nas televisões portuguesas e brasileiras. Levou as suas danças e cantigas a todo o país, incluindo a Ilha da Madeira. Ainda esteve presente em terras de Espanha, França, Itália e Suíça. As danças interpretadas pelo grupo são simples, sem complicada coreografia, como sempre foi na Beira Alta: danças de roda com poucas marcações.

logo

Rancho Folclórico de Pindelo de Silgueiros

As cantigas de raiz campesina transportam-nos para vários ambientes: amor, namoro, saudade, infortúnio, beleza feminina, trabalho, romaria, sátira popular, mundo religioso.
Os trajes são cópia fiel dos usados em fins do séc. XIX e princípios do séc. XX, destacando-se: os domingueiros, os de romeiros, os de noivos, os de lavradores ricos, os de ir ao sermão e os de trabalho.
A tocata inclui os seguintes instrumentos: acordeão, violino, bandolim, viola, cavaquinho, bombo e ferrinhos.
O rigor e a verdade, com que o Rancho Folclórico de Pindelo interpreta o folclore e as tradições etnofolclóricas da região, permitiram-lhe ser admitido como membro efetivo da FEDERAÇÃO DO FOLCLORE PORTUGUÊS. É, ainda, filiado no INATEL e no Centro Cultural Distrital de Viseu.
O Rancho Folclórico de Pindelo de Silgueiros é responsável pela organização anual de dois eventos com grande projeção cultural na região: o Festival de Folclore da Beira Dão e o Encontro de Cantadores de Janeiras da Beira Dão.
O grupo de Cantadores de Janeiras é constituído pela Tuna e Cantares de Pindelo de Silgueiros, que é o suporte musical e canto do Rancho Folclórico de Pindelo de Silgueiros, a que se juntam mais alguns elementos deste Rancho Folclórico. Este Grupo de Cantadores interpreta, de forma organizada, os Cantares de Janeiras cuja tradição nunca se perdeu em Silgueiros, cantando-se desde o Natal até aos Reis. Como diz o povo:
Do Natal até aos Reis;
Olhai lá por vossas casas
Se há coisa que vós nos deis.


Siga-nos nas redes sociais

Acompanhe todas as novidades da Vila de Silgueiros através das nossas redes Sociais.